terça-feira, dezembro 12

Já escolheu??

Eu sabia que o dia havia de chegar. O dia em que eu ia pedir aos anjinhos que me teletransportassem para Hobart de volta. O dia em que as saudades de algo iam ser fortes e eu ia ter de engolir todo o mal que tinha dito sobre viver e de cabeça para baixo e estar longe de Portugal e dos meus amigos!!!! O dia em que ia sonhar com o sair de casa, enfrentar o frio cortante, andar 2 quarteirões e entrar no Saigon Kitchen. E em alguns minutos estar deliciada a comer uma laksa de galinha. E não, não é (só) desejo de grávida, é mesmo síndrome de privação!!!!!! A minha cunhada esteve em Hobart 5 dias à 3 anos e ainda fala da sopa. O Ca-zé sofre tanto quanto eu! O vício era tal que eu acho que enquanto morámos lá, não passou uma semana em que (pelo menos) um dos jantares ou almoços não fosse uma laksa. E era sobretudo a daquele restaurante, onde o cozinheiro (que era Malaio), fazia uma laksa especialmente boa. Aliás, ele era excelente mas toda a família era de uma simpatia magnífica. A mulher que insistia em nos oferecer crepes sempre que lá íamos. As duas filhas adolescentes que eram giríssimas e tinham uma relação ainda mais gira, entre elas e com os pais. E ainda que aquela fosse “A” laksa, eu neste momento comeria uma qualquer, mesmo que fosse das outras que não lhe chegavam aos calcanhares, mesmo que fosse uma chicken laksa da Knorr!!!

p.s. já agora, se alguém conhecer um restaurante malaio em Lisboa, ou um tailandês que tenha laksa na ementa, avise! Eu agradeço!!!

2 comentários:

kalash disse...

há um restaurante tailandes nas Caldas da Rainha ( ok, é um bocado longe) mas que vale a pena. é dos melhores do país. nao sei é se tem laksa, mas telefona pa lá. Chama-se Supatra. Aproveitem para ir lá e dão uma voltinha na terra de águas mornas.

beijinho

Anónimo disse...

ate que tem bom aspecto..humm..eu voltava a australia so pra comer isso..eheheh