terça-feira, abril 22

Comprem-me um cérebro, ó faxavor!

Hoje no meu caminho para o trabalho passei por três carros em que as mães levavam os putos fora da cadeirinha. Três! Lá estavam as cadeiras nos bancos, mas os putos, estranhamente andavam à solta, a brincar nos bancos de trás. Dois tinham 4-5 anos, o outro não sei, porque nem o cheguei a ver. O carro estava parado ao meu lado num sinal, a mãe falava para a parte de trás e ia devolvendo brinquedos que voavam para a frente. A criança devia estar enfiada no fundo do carro a brincar...
Não percebo, hoje em dia os miúdos não podem sujar as mãos na terra porque podem ficar doentes... não podem andar de bicicleta sem joelheiras porque podem arranhar os joelhos...se correm e caiem é um drama porque podem partir a cabeça... mas no carro, onde quanto a mim a segurança deles é muito mais precária andam à vontade, mesmo a jeito de, em caso de azar, se aleijarem a sério!

7 comentários:

fantasma disse...

Tens toda a razão!

Rosa disse...

Claramente, não és tu quem precisa de um cérebro.
Eu quando vejo cenas dessas, tenho ganas de chamar a polícia!

Flor disse...

Há uns meses atrás houve uma espécie de operação stop lá para os lados de Belém e Restelo. O maior número de contrafacções sabes qual foi? Crinaças mal-acondionadas nos carros. Desde não terem cadeirinha, a terem mas ser mal utilizada, etc. Por isso, não me espanta! Vejo cada coisa nos carros. E depois há aqule, ai é só para andar uns metros, nem é preciso :( Que triste!

Lina disse...

É mesmo uma tristeza... O meu irmão andou num banquinho próprio até fazer 12 anos... :S

Anónimo disse...

Mas achas que estas pessoas tem cerebro... CHAMEM A POLICIA...

G_ticopei disse...

Não podia estar mais de acordo De facto este é um dos temas que mais me irrita e o principal motivo de discórdia entre mim e a minha cara metade que tem a mania de cada vez que vamos a casa dos avós (a 300 metros daqui) os cachopos vão "Á solta", quando está mais que provado que muitos dos acidentes são precisamente no trajecto do "era já ali..."! Para grande espanto meu, no outro dia, vi o meu sobrinho, com a cabeça de fora, no tecto de abrir... A criança só tem 7 anos, mas a mãezinha dele parece ter 3!!! Como é que é POSSÍVEL????

Patrícia disse...

Eu gostava de dizer algo mais complexo mas acho qe me basta dizer isto: Tens toda a razão xD