quinta-feira, novembro 29

Às Amigas!!!!

Mudei de emprego. Há 2 meses. Desde aí o tempo não tem chegado para nada. Aliás, é fácil de ver, pelo estado lastimoso deste blog. O trabalho tem sido tanto e tão absorvente que aliado à presença exigente do pimpolho e às obras que decidimos fazer na cozinha, me deixaram exausta nas últimas semanas. Um cansaço como acho que nunca senti, que não diminui, e tende a acumular cada vez mais! As obras estão a terminar mas ainda tenho metade da loiça na rua à espera de ser lavada antes de a poder arrumar. O trabalho começa finalmente a estar dentro de prazos e a entrar num ritmo que se consegue manter sem andar de manhã à noite a correr. Nestes últimos dias tenho pensado em como a vida às vezes parece ser um corrupio que deixa para trás as coisas que mais importam. Estive quase um mês e meio para telefonar à Célia que fez uma operação delicada. Tenho saudades das minhas amigas. Da Bibi que vejo por momentos todos os dias mas com quem não consigo ter uma conversa de jeito. Da Teresa C. de quem me lembrei quando fez anos, mas como não lhe liguei logo… já lá vai um mês. Além de que sei que ela precisa de uns abracinhos, e eu abraços nunca recuso. Da Raquel com quem não falo desde os anos da Kika. Da Fernanda que está agora há distância de um lanço de escadas e com quem ainda nem consegui almoçar (bem, digamos que aqui a culpa não é minha, a rapariga vai sempre almoçar fora!!!!!!). Da Ágata para quem estou para ligar à que tempos. Da Ana J. a quem prometi ir visitar e ainda não fui. Sou uma desnaturada, e tenho saudades vossas!
Vá lá, já consegui um bocadinho para estar com as meninas do bookcrossing que já não via há muitos meses, e hoje vou jantar com a Bibi, a Raquel e a Teresa F. que já não vejo à anos…. Conversa de gajas, é mesmo o que estou a precisar!

4 comentários:

fantasma disse...

Às vezes é mesmo disso que precisamos, conversas de gajas!! :)
Força aí, hem??
Bjinhos

Espinela do campo disse...

Oh gaja...queria dizer 3 milhões de coisas como é meu costume mas não me ocorre nada de inteligente (é de ser loira também, é um facto)ou que valha a pena perante a esmagadora e estúpida realidade que acabaste de desenhar e que de uma forma ou de outra todos nos queixamos. Como é que ficámos tão adultos de repente, assim a ver as semanas a escorrer sem perceber bem como? A minha mãe costumava dizer, levantamos-nos à pressa para tratar dos filhos a correr e ir trabalhar depressa para voltar para casa a correr e fazer o jantar e dar banho aos miudos a correr e arrumar a casa depressa para ir dormir a correr...qualquer coisa assim. E eu não sei como, corro sem sair do mesmo sítio, aqui fechada nesta gaiola chamada tese a ver tudo a passar-me ao lado sem saber como vai ser o depois. Conversa de gajas? Sim por favor....estou contigo.
Beijos, AnaJ

adam disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Ágata disse...

Olá amiga. Bem te compreendo!!!!! Há 6 meses atrás fiz planos e mais planos para fazer mil e uma coisas, mas se o corridinho desta vida (ainda mais com filhotes) me deixou fazer uma coisa das coisas planeadas já é muito....Beijinhos grandes e espero ver-te ou falar contigo brevemente. BOA SORTE e BOM ANO!!!